23.11.15

Música || De uma pessoa normal à Biebermania

Foi exactamente o que leram no título do post, converti-me finalmente à BieberMania. É verdade, ainda que no início o Justin Bieber era um guilty plesure, agora é provavelmente do que mais ouço no meu dia a dia. Shame on me, I know. Sinceramente, nunca me vi a escrever este post e muito menos a falar do Bieber de forma tão positiva. A verdade, é que o último álbum dele e algumas soltas de álbuns anteriores fizeram com que mudasse drasticamente a minha opinião sobre o mesmo. E assim me confesso, eu, aqui conhecida por Olívia M., gosto de Justin Bieber. Amén mundo. Cliquem no ler mais para saberem mais sobre esta recente obsessão!

9.11.15

Universidade || Residências de Estudantes


Recentemente mudei-me finalmente para Aveiro para uma das residências de estudantes em que a maior parte são alunos de ERASMUS e bem, estas são as minhas primeiras impressões acerca do que é viver com outros estudantes. 

1. Não é a casa limpa e arrumada dos teus pais
Quando cheguei no primeiro dia fiquei em choque, com falta de limpeza mas sobretudo com o descuido que 5 minutos a cada um por dia resolveriam. 

2. Não te podes ser a única armada em Fada Madrinha das limpezas
Quando vemos tudo num caos, a nossa reacção instantânea é limpar, mas não nos podemos armar em Fadas Madrinhas porque se eu tenho duas mãos, os outros residentes também de certo devem ter. E não são 5 minutos perdidos que vão importar. Limpo o que sujo, porque se for limpar tudo aquilo que está sujo bem que nunca mais saio de lá. Um bocado de cuidado e de consciência é o que se precisa.

3. Talvez aprenda Chinês até ao final do ano. Or maybe not. 
Só tenho uma portuguesa na residência, que por acaso é a minha colega de quarto. Quanto às outras são todas chinesas e se me perguntassem o nome de alguma só saberia dizer o de uma. Falam chinês umas com as outras quando o mais me parece é que estejam a falar mal de mim. Quando tento falar com elas até percebo o que elas dizem mas tenho sempre a pequena sensação que elas não percebem o que eu digo e às vezes tento repetir em inglês mas acho que elas não devem achar muita piada à língua da D. Rainha Isabel.

4. Vai haver sempre alguém a fazer barulho, qualquer que seja a hora
Ainda só estou aqui há 1 dia e pouco e já me apercebi que esta não é a casa sossegada dos meus pais e que não somos todos iguais, não medimos as coisas de igual maneira e muito menos baixamos o volume vocal da mesma forma.

8.11.15

Giveaway || Kawaii Box!


Lembram-se de eu ter falado AQUI que brevemente traria surpresas? Pois bem, essa surpresa chegou! Em conjunto com a Kawaii Box, um giveaway inteiramente para vocês igualzinho ao meu com todas as coisas lindas que viram no post de review e na imagem de cima. Será tudo para um de vocês! É um giveaway internacional, toda a gente pode participar! O quê que tem de fazer para ganhar? É só clicar no ler mais e irás descobrir o que terás de fazer para te habilitar a ganhar! Boa a sorte a todos and stay sweet!

6.11.15

If You Were Me || "Stronger Than I Was"


Se tivesse de escolher uma música, a música da minha vida, a música que me ajudou a sobreviver teria de ser uma do Eminem. Já não é novidade para ninguém que ele é a minha inspiração desde há muito tempo. Poderia ter escolhido tantas outras músicas com as quais me identifico, mas esta é especial. Não é o tipo de melodia habitual do Eminem, muito menos o tipo de canto normal dele ou até mesmo a mais conhecida. Quanto à letra em si, o que mais dizer se não que foi escrita pelo Marshall? Stronger Than I Was.

Foi sem dúvida alguma das músicas que mais me marcou, das músicas que mais me fez crescer e essencialmente me tornou mais forte do aquilo que eu era, exactamente como o próprio título indica. A música fala do facto de que ninguém o vai magoar ou partir e que simplesmente o vai deixar mais forte do que aquilo que era, que a pessoa em questão apenas o deixou uma melhor pessoa e que simplesmente ele deu-lhe tudo e ela não lhe deu nada.

Toda a letra deixa-me fora de mim, deixa-me completamente hipnotizada e com a confiança de que todas as vivências, todos os momentos maus que passamos só fazem com que a longo prazo consigamos ser mais resistentes e sobretudo, não quebrar, não vacilar, simplesmente sermos mais fortes do que nunca. 

LETRA AQUI




Inspirado no maravilhoso post do Jota. Dos posts mais emocionais e mais inspiradores de sempre! Ler aqui.